sábado, 14 de novembro de 2015

Um dos terroristas de Paris era "Refugiado" Sírio

atentados Paris


















De acordo com um canal de televisão grego, o passaporte sírio que foi encontrado no Bataclan, junto ao corpo de um dos atacantes, foi registado na Grécia este ano. 
A estação de TV, Antenna 1, adianta que a informação foi confirmada por um vice-ministro do ministério da Defesa.

A Reuters está a avançar com a mesma informação.
 O passaporte em causa terá sido registado pelas autoridades gregas no mês passado de Outubro, na ilha grega de Leros.
O atacante que teria o passaporte em causa na sua posse “passou pela ilha de Leros a 3 de Outubro
2015, onde foi registado já de acordo com as regras comunitárias”, afirmou Nikos Toscas, governante que tem a seu cargo a tutela da polícia grega. 
Toscas não sabia se o mesmo passaporte terá sido registado noutros países europeus por onde possa ter passado, antes de chegar a França.
Já uma fonte policial, ainda da Reuters e de que o Daily Mail dá conta, confirmou que as autoridades francesas pediram às autoridades de outros países europeus que confirmassem o passaporte.

Saliente-se que esta situação particularmente sensível será ainda investigada, não se sabendo se o passaporte em causa encontrado junto ao corpo do terrorista foi conseguido de forma legal ou adquirido de forma ilegal.

0 comentários:

Enviar um comentário