segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Futuro de Portugal muito NEGRO

trabalho precário













O Nosso País parece cada vez mais afundar-se na lama.
Gastámos o nosso tempo a ir votar, para os políticos afinal andarem a fazer birrinha de crianças.
Cavaco Silva indigita Passos Coelho para primeiro ministro, porém os partidos de oposição tencionam apresentar uma Moção de censura ao Governo, para derrubá-lo.
Portugal ficaria em mas lençóis.

Creio que vamos ter mais austeridade ainda.

E a tal promessa de devolverem parte da sobretaxa de IRS, vai cair, era suposto ser 35% mas afinal vai ser apenas 9,7% . LINK aqui.
A minha parte de 9,7%, eles se quiserem podem enfiá-la nos entrefolhos do rabo.

Quanto ao trabalho precário parece ser o futuro.

Contratos a Prazo voltarão a ser mais curtos. Link Expresso.

[...] "os contratos a prazo (ou seja, a termo certo) voltam como limite três renovações (ou seja, quatro período no total) até um máximo de três anos. Se por exemplo o contrato a termo for de um ano, então só poderão ser feitas duas renovações, para respeitar o limite total de três anos.
Em qualquer dos casos, no final do período de renovações ou o contrato cessa e o trabalhador deixa de prestar serviço para a empresa[...]

[...] A legislação de 2013 extingue agora os seus efeitos, o que significa que a partir de 8 de Novembro os contratos deixam de poder ter renovações extraordinárias. [...]

E nós já somos o País Europeu onde mais horas se trabalha.
E somos o País com maior taxa de desemprego jovem.

0 comentários:

Enviar um comentário