sábado, 28 de fevereiro de 2015

Jihadistas destroem peças em Museu
















Nas notícias mostraram vídeos de Jihadistas do Estado Islâmico a destruírem estatuetas e outros artefactos num Museu do Iraque, na cidade de Mosul.
E pronto, os noticiários não revelaram mais detalhes.

Agora eu vou revelar alguns pormenores que nenhum órgão de comunicação irá mencionar.
Na realidade este acontecimento porco e nojento, de destruição de estatuetas, não foi um mero ataque de nervos dos jihadistas.

Eles destruíram algumas dezenas de estátuas para fazer o vídeo, mas centenas de peças raras com milhares de anos eles não destroem, eles saquearam-nas  e vão vendê-las, pois sabem que elas valem MILHÕES.

Faço-lhe esta pergunta a si, se você entrar numa ourivesaria você vai destruir as peças de ouro? Ou iria vendê-las para lucrar uns milhares de euros?

Os Jihadistas não são burros, eles sabem que esses artefactos sumérios com milhares de anos, valem uns milhões de dólares, eles vão vender essas peças a coleccionadores milionários, que adoram essas relíquias da antiga Suméria.

Isto já aconteceu quando os E.U.A invadiram o Iraque, alguns milhares de artefactos foram pilhados dos Museus Iraquianos, foram parar à mão de alguns coleccionadores milionários que as compraram no mercado negro.

Os Jihadistas precisam de dinheiro para continuarem a guerra “santa” , eles precisam de dinheiro para comprar armas e financiar operações. Vender artefactos raros de ARTE no mercado negro, rende milhões!

Esse vídeo de jihadistas a partir estatuetas é apenas “fogo de vista”, show off.

O que mais me enoja, é que essas raras peças dos antigos Sumérios, tinham História, milhares de anos de existência, e agora estão nas mãos de uns coleccionadores milionários anónimos.
E sabe-se lá  o que vão fazer com esses artefactos.

A maioria de sociedades secretas , que fazem magia cerimonial (como os Maçons, Rosacruzes, Thelemistas, etc) copiaram todos os conhecimentos e rituais da antiga Babilónia.A primeira versão de “deuses” e magias, foi criada pelos Sumérios.

 Os próprios egípcios aprenderam muito com eles.

E certos artefactos , com milhares de anos, que representam divindades (Anunnaki) têm uma energia muito forte, para ser usada em rituais.

E se houver algun Maçon a ler este post, sabe do que estou a falar.
O que aconteceu foi o seguinte, coleccionadores milionários, ou grupos de seitas, (às quais pertencem famosos), quiseram comprar no mercado negro esses artefactos, e quiseram também PRIVAR o público de  ter acesso a esses artefactos, privar o público de ter acesso à História da Humanidade. 

E contrataram os jihadistas para fazer o trabalho sujo. E fizeram esse vídeo para escandalizar as pessoas na tv.


Os Jihadistas estão-se lixando para o acto propriamente dito, eles querem é os milhões de dólares $ que as peças vão render.


Exemplos de esculturas sumérias (não significa que tenham sido estas roubadas, é apenas um exemplo).




















Inanna - Ishtar - Lilith.





















Uma deusa da fertilidade, não encontrei o nome correcto em site nenhum.
Mas reparem como parece a virgem Maria segurando jesus.

Os Sumérios possuem lendas sobre a criação do Mundo, jardim do Éden (chamavam Edin),
Dilúvio, Adão e Eva (personagens Adamu e Ti-Amat ).
Não é curioso que a bíblia (com apenas 2000 anos) tenha as mesmas Histórias??
Jesus , seria Enki e o adversário (Satan) seria Enlil.














De onde será que a Cabala tirou inspiração para a Árvore da Vida?
Reparem nas asas de "anjo" de Enki e Enlil.
De onde a Bíblia tirou a ideia dos anjos com asas?

Reparem na escultura do rei  Shamshi-Adad V, da Assíria ( a Assíria foi um reino acádio semita em torno da região do alto rio Tigre, no norte da Mesopotâmia , actual norte do Iraque).
Ele possui no peito uma cruz, semelhante à cruz que os Papas católicos usam.



0 comentários:

Enviar um comentário