quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Medidas anti-terrorismo Europa

nova ordem mundial terrorismo


















Quando um Governo quer gastar mais alguns Milhões de euros contra terrorismo, aumentar presença militar em Países como o Iraque, Afeganistão, ou outros locais… 
Certamente a População iria manifestar-se contra.

Mas após um atentado terrorista, as pessoas ficam mais receptivas a essas medidas e apoiam-nas sem pestanejar.
A velha técnica de "Problema- Reacção- Solução"


O atentado em Paris serviu como alavanca para novas medidas.
A França irá aumentar o orçamento para o Exército e aumentar a presença de Militares noutros Países contra o terrorismo.

Na Europa irá aumentar o controlo de dados dos cidadãos.

Na França os 10 mil soldados que serviram de reforço de segurança nas ruas, basicamente protegeram cidadãos judeus , Sinagogas e escolas Judaicas.

NA Alemanha, algumas medidas parecem boas, reter passaportes de jihadistas etc, costuma dizer-se «Depois da casa roubada, tranca-se a porta», porém algumas medidas de segurança já dizem respeito aos dados pessoais de cidadãos comuns, uma das medidas que eles querem implementar é armazenar dados telefónicos  e comunicações de internet dos cidadãos por 6 meses.

No Reino Unido também querem gravar os dados de comunicações dos cidadãos.

Além disso falam em criar um sistema de Inteligência Europeu ( uma espécie de CIA europeia). 

Big Brother vai ganhar  ainda mais força. 

Fonte:  Deutsche Welle


Enquanto isso as vendas do jornal Charlie Hebdo dispararam, mais de 5 milhões de exemplares, e alguns oportunistas (para não chamar nomes mais feios) aproveitando-se da situação começaram a revender exemplares na internet por mais de 2800 euros !  ( yahoo notícias )

0 comentários:

Enviar um comentário