Ovnilogia

Sociedades secretas

Ocultismo na Indústria Musical

Segredos da Nasa

Paranormal

terça-feira, 28 de junho de 2016

Derrame de Crude que ninguém falou

derrame óleo shell golfo mexico














Houve um derrame de petróleo da  "Shell" no Golfo do México em Maio, você ouviu falar disso nos telejornais?!
NÃO!
Blackout total.

Há seis anos aconteceu uma explosão da plataforma petrolífera Deepwater Horizon da «BP», provocando um dos maiores desastres ambientais da História.

Este ano , em Maio, foi o derrame da Shell.

Uma falha num poço subaquático detido pela petrolífera Shell para a plataforma Brutus largou 90 mil galões de água misturada com petróleo no oceano (cada galão corresponde, nos Estados Unidos, a 3,785 litros, o que equivale a um total de mais de 340 mil litros de crude espalhados na água).

O oleoduto integra uma rede de quatro poços subaquáticos localizados a cerca de 156 quilómetros do porto Fourchon, no Louisiana. De acordo com a Glider Field, a empresa que gere estes poços sob um contrato de outsourcing com a Shell, o derrame criou uma mancha de petróleo de quase 21 quilómetros na superfície da água.


























derrame crude golfo mexico















fontes: Jornal Expresso
Isto é Dinheiro
RT news
.

Profecias falhadas e teorias















Amigos certamente já devem ter reparado que alguns blogs de conspirações têm dezenas de mensagens por dia, excesso de conteúdos, publicam tudo o que aparece na internet.
No Realidadeoculta muitas dessas teorias ou notícias, ou videos de Ovnis, eu optei por nunca publicar.
Porquê?
Porque infelizmente na internet todos os dias surgem notícias sem credibilidade, no youtube surgem centenas de videos ovni que são falsos, canais fraudulentos como o "third phase of the Moon" e «Secure team 10". Notícias com fotos de Nibiru que na verdade são meros reflexos do sol, etc.

Prefiro publicar poucas notícias, mas que sejam credíveis. Qualidade ao invés de quantidade.

Surgem agora na internet profecias da famosa vidente Baba vanga, uma vidente cega que viveu na Bulgária e faleceu em 1996.
Dizem que ela previu a saída de Inglaterra da Europa (o Brexit).

Isso é MENTIRA.

Ela apenas disse que em 2016 a Europa estaria vazia (e isso não aconteceu, é erro).
Muitas das profecias dela falharam , em 2010 haveria uma Terceira Guerra Mundial.
2011 Os Muçulmanos começariam uma guerra química contra Europeus.

També existem notícias que Hillary Clinton revelará segredos Ovni se for eleita, isso é outra MENTIRA, tal como diziam que OBAMA ia revelar segredos.
Os presidentes nunca prometem isso, e mesmo que sejam eleitos eles nunca revelam segredos Ovni.


segunda-feira, 27 de junho de 2016

Super Estado Europeu

super estado europeu















A Elite prepara algo muito negro, Um Super Estado Europeu, uma ditadura Europeia à moda da Nova Ordem Mundial, e não é teoria de conspiração, vários sites de notícias fidedignos divulgaram a Notícia.
Bem suspeitei que a saída da Inglaterra (Brexit) traria algo sombrio, provavelmente tudo isto foi um evento planeado e nunca aleatório, pois a Elite é conhecida por criar problemas e depois "Soluções".
Semear atentados terroristas e depois trazer soluções como: maior vigilância e perda de direitos e liberdades dos cidadãos.
O canal estatal Polonês TVP noticiou que o ministro das relações públicas Alemão: Frank-Walter Steinmeier, vai apresentar um documento numa reunião em Praga com chefes da diplomacia (O Quarteto de Visegrado, República Checa, Polónia, Eslováquia e Hungria).
Mas o que diz esse documento?
A Alemanha e França sugerem criar-se um Super Estado Europeu.
O projeto envolverá a criação de um "Estado europeu único que vai depender dos países mais fortes da União Europeia".
Os países-membros do bloco praticamente perderão o direito de ter seu próprio exército, serviços de segurança, códigos penais, um sistema fiscal separado, incluindo bancos centrais, que são capazes de "realmente defender os interesses financeiros do Estado", disse o canal.
Além disso, os países que entrarem nesta nova união "vão perder o controle sobre suas próprias fronteiras e procedimentos de entrada e deslocamento de refugiados em seus territórios".
A união prevê a criação do sistema de vistos único e a realização de uma política externa comum.
O documento de 9 páginas foi assinado pelo ministro das relações públicas Alemão: Frank-Walter Steinmeier e pelo ministro das relações exteriores de França Jean-Marc Ayrault.

Parece que os Alemães continuam com sangue nazi correndo nas veias, pois Hitler também sonhava com um super Estado.

Mas isto não é nada de novo, em 2012 o Durão Barroso (quando era presidente da Comissão Europeia) já havia sugerido essa ideia:



Fontes:

domingo, 26 de junho de 2016

Ingleses arrependidos?















3 Milhões de ingleses assinaram petição para haver novo referendo e permanecerem na Europa.
Arrependimento, agora que sabem as consequências da saída? Antes não pensaram nisso?...

Fonte: RTP
No site eles falam em 2 milhões de assinaturas, porém o número já alcança os 3 Milhões (de acordo com o telejornal de 26-06-2016 às 13h00)

Humanity party não é dos Anonymous

Humanity party anonymous















Eu bem que tinha considerado estranha a simbologia do tal partido político «Humanity» dos Anonymous! Tal como escrevi num post mais antigo sobre simbologia.

Esse logotipo com o A invertido sobreposto noutro «A» formam um Hexagrama de Thelema, e o fato branco lembra o KKK ou a seita raeliana (de Rael).

Afinal o Humanity Party é uma fachada, os Anonymus dizem que não lançaram nenhum movimento político e quem está por trás dessa campanha de fachada é Christopher M Nemelka, um fulano que se auto-intitula profeta e teve ligações com a Igreja dos Mormons

christopher M Nemelka










fontes:  Techworm, e Anon boards.

Petróleo em Portugal? A verdade

petroleo em Portugal
















Coisas que os telejornais não nos disseram...

A fraude do petróleo em Portugal engana um país inteiro.
Contribuiria apenas para empobrecer as populações e degradar o território...

A audição parlamentar desta semana do presidente da Entidade Nacional para o Mercados dos Combustíveis (ENMC), Paulo Carmona, trouxe um esclarecimento que há muito era exigido, destruindo um dos argumentos centrais utilizados pelos apologistas do petróleo em Portugal: o de que os contratos seriam de sondagem e prospecção, e não de exploração e produção de petróleo.

Carmona declarou na Comissão de Economia que nenhuma empresa a quem tenham sido atribuídos direitos de exploração petrolífera pode ser proibida de efectivamente explorar petróleo, confirmando aquilo que está claramente descrito nos 15 contratos de concessão por todo o país (4 em terra e 11 no mar).


O presidente da ENMC esclareceu os deputados e o país ao declarar que “não há opção política” entre as fases de prospecção e a fase de exploração, o que significa que as decisões de Manuel Pinho, de Álvaro Santos Pereira e de Jorge Moreira da Silva de entregarem 33 mil quilómetros quadrados no mar e 4826 quilómetros quadrados em terra à Repsol, à GALP, à Partex (Gulbenkian), à ENI, à Kosmos, à Australis e à Portfuel de Sousa Cintra são a autorização de exploração de petróleo no mar da maior parte do litoral português e de uma área do tamanho de todo o Algarve em terra.

A própria Portfuel, que pagou um comunicado em vários jornais esta semana, foi desmentida: não existe nenhum contrato de prospecção de oito anos anos, mas apenas um contrato de 50 anos, de prospecção, pesquisa, desenvolvimento e produção de petróleo.


Enterra-se o mito de que as empresas estariam a fazer prospecção por caridade para dar a conhecer ao país as características do seu subsolo, o que foi repetidamente invocado, quer na imprensa, quer em sessões por todo o país das petrolíferas e da ENMC, que é simultaneamente promotora e reguladora da exploração de petróleo e gás em Portugal.


Restam alguns mitos por desmontar, para colapsar totalmente a fraude do petróleo em Portugal: o de que serão criados muitos postos de trabalho, o de que haverá um enriquecimento do país, o de que os combustíveis ficarão mais baratos e o de que não haverá impacto ambiental.


A criação de postos de trabalho numa potencial indústria petrolífera portuguesa seria irrisória: alguns técnicos estrangeiros para o trabalho especializado, poucos operários não especializados para gestão e alguns trabalhadores de obras para montar infraestruturas básicas.

A destruição de milhares de postos de trabalho em turismo e conservação seria uma garantia, apenas o rumor da exploração de petróleo tem já impacto na redução de turismo e emprego no Algarve.

O enriquecimento do país só pode ser invocado por quem não leu os contratos de concessão.

As rendas são cómicas: 600 mil euros mensais, menos do que o salário de António Mexia, por uma área equivalente a mais de um terço do país durante mais de 50 anos.

Os royalties dependentes da produção alinham-se pelos padrões mais baixos a nível mundial: entre os 0,2% e os 9% no mar, entre os 3% e os 8% em terra.

A desvalorização de terrenos e propriedades nas zonas concessionadas será vertiginosa e o prejuízo económico para as regiões avassalador.


Sobre uma baixa no valor dos combustíveis, os contratos são peremptórios: o petróleo produzido pertence 100% às concessionárias, não existe nenhuma obrigatoriedade de ficar no mercado nacional e o Estado não fica com nada.

É como achar que por a GALP descobrir petróleo em outros países baixaria o preço da gasolina em Portugal. Não acontece e não acontecerá.


No caso da exploração terrestre, até aos primeiros 5 milhões de barris de gás, o Estado receberá 3% do valor da produção, a partir dos 5 milhões, receberá 6% e a partir dos 10 milhões receberá 8%. Ponto final. No caso do petróleo, se a extracção for de menos de 300.000 toneladas de petróleo ficará isenta de qualquer contribuição.
Entre as 300.000 e as 500.000 toneladas, a contribuição será de 6%, e a partir das 500.000 toneladas, será de 9%.


No mar, as contribuições são mais pequenas: 2% até aos primeiros 5 milhões de barris, 5% entre os 5 e os 10 milhões e 7% a partir dos 10 milhões.
Quando falamos de petróleo no mar, até às 500.000 toneladas extraídas há isenção de qualquer contribuição, e a partir das 500.000 toneladas, a contribuição é de 10%.


Estes valores estão muito abaixo da média dos países que têm concessões para exploração de hidrocarbonetos, mesmo que haja naturalmente outros países e governos que seguem uma similar lógica de destruição do bem público a preço de saldo e à revelia das leis e da população, invocando conceitos tão vagos como o “atracção de investimento estrangeiro” ou o “interesse nacional”.

Além disto, Portugal não tem qualquer direito de compra preferencial, nem de preço preferencial, sobre o que for extraído, ou seja, se quisesse comprar o “seu” petróleo, ou “o seu” gás natural, teria que pagar o preço de mercado. Nada garante que o que se extraísse ficaria em Portugal.

O Concessionário “pode dispor livremente do petróleo por si produzido”, 100% do que descobrir, o que significa que não há qualquer relação com uma baixa de preços dos combustíveis.

Finalmente, não foram salvaguardadas quaisquer contrapartidas para as regiões afectadas: Algarve, Alentejo Litoral (como Sines), zona Oeste Litoral, Batalha e Pombal.

Os lucros são para as concessionárias. 

Os magérrimos impostos e contrapartidas para o Estado.
As regiões afectadas ficariam com os riscos ambientais que seriam uma ameaça à sua economia,
à sua saúde e ao ambiente global.


Finalmente, e mais importante, a ideia de que há exploração “segura” de combustíveis fósseis é irracional.

Os combustíveis fósseis são responsáveis pelas alterações climáticas e pelo aquecimento do planeta que está a degradá-lo a uma escala sem paralelo desde que há Humanidade, ameaçando a civilização humana.
A nível local, a exploração em terra por fracking destrói solos e água com químicos agressivos, legando uma degradação irreversível que mata regiões inteiras.

No mar, a opção do offshore não tem como única ameaça as grandes marés negras: as perdas de petróleo são diárias e produzem um impacto permanente sobre a biodiversidade marinha e todas as actividades marinhas, desde a pesca às recreativas.


Créditos:
Este texto é adaptado com partes de 2 textos de João Camargo, um no Bloco de Esquerda e outro no Climaximo .

sábado, 25 de junho de 2016

Mais Países desejam sair da Europa

Paises querem sair da europa














Parece que outros Países queiram fazer referendos para ponderar sair do Euro também, os Franceses, Australianos, Alemães e Italianos querem referendos também. Link AQUI, e AQUI.
40% dos Australianos querem um referendo. 53% dos Franceses querem a saída da Europa (sondagem da Universidade de Edinburg). 62% dos Checos desejam sair também da Europa.
Será que vêm aí um AUxit, FRexit, Nexit, Dexit?
Link






























sexta-feira, 24 de junho de 2016

Inglaterra sai da Europa

inglaterra sai da europa















Inglaterra saiu do Euro, quais as implicações?

Primeiro ministro David Cameron demitiu-se.

Os mercados tiveram fortes quedas.
Bolsa de Lisboa no nível mais baixo dos últimos 20 anos.

A Libra desvalorizou 8%, a maior queda dos últimos 30 anos.

Google e Amazon ponderam tirar os escritórios do Reino Unido.


Ponto de situação dos mercados :

PSI-20 recua 7,51% para 4.337,70 pontos
Stoxx600 desce 7,47% para 320,48 pontos
Footsie desvaloriza 4,82% para 6.032,90 pontos
CAC40 perde 8,42% para 4.086,98 pontos
DAX recua 7,43% para 9.494,82 pontos
Euro desliza 2,85% para 1,1061 pontos
Libra cai 5,35% para 1,2372 euros
Libra tomba 7,99% para 1,3688 dólares
Brent do Mar do Norte desvaloriza 5,21% para 48,26 dólares por barril
Juros da dívida portugueses a dez anos avançam 24,2 pontos base para 3,332%
Juros da dívida alemã a dez anos recuam 18,9 pontos base -0,095%

A EDP está a desvalorizar 8,2%, a EDP Renováveis cai 4,7% e a Galp perde 4,1%.

A banca está também no vermelho: o BCP desliza 15% e o BPI cai mais de 5%. Os CTT deslizam também 15%.

No retalho, a Jerónimo Martins perde 5,7% e a Sonae SGPS recua 10%.

Nas telecomunicações, a NOS desliza 8,7%

Lá fora: Paris cai 8,4%, Madrid perde 11%, Londres desce 4,9% e Frankfurt desvaloriza 7,8%.



fontes: Jornal de Negócios
Diário Económico


Quase profética era esta série britânica «Yes Minister» de 1980, em que eles diziam que a Inglaterra entrava na União Europeia para a desestabilizar por dentro e colocar uns países contra outros, Itália contra Alemanha , Itália contra França etc.





Não acredito em coincidências, você acredita?!
















Ao que parece talvez outros Países queiram fazer referendos para ponderar sair do Euro também, os Franceses, Australianos, Alemães e Italianos querem referendos também. Link AQUI, e AQUI.
40% dos Australianos querem um referendo. 53% dos Franceses querem a saída da Europa (sondagem da Universidade de Edinburg). 62% dos Checos desejam sair também da Europa.
Será que vêm aí um AUxit, FRexit, Nexit, Dexit?



quinta-feira, 23 de junho de 2016

Vaticano com Missa a Lúcifer

vaticano adora lucifer















Podem criticar, dizer que é blasfémia contra a Igreja, que é video montagem etc...
Mas no mínimo é estranho, o papa Francisco segura um pedacinho de madeira e diz que aquilo é a prova do fracasso de Deus.
E numa missa de Páscoa mencionam diversas vezes o nome de Lúcifer, entendo minimamente de italiano para perceber a palavra Lúcifer.

vejam o video





Mesmo que fosse uma simples história exemplificativa ou uma lenda sobre Lúcifer, eles estão falando bem dele e ao invocar o nome da entidade invoca-se a sua energia. Muitas vezes os católicos dizem que não se deve invocar o nome de Deus em vão, então porque estão invocando Lúcifer?

Tradução da oração:

«A sua chama amanhece, digo-vos Ó Lúcifer, que não conhece o acaso, Cristo é o seu filho que veio de volta dos mortos e derramou a sua Luz para a raça humana e está vivo e reina para sempre.
-A sua chama ilumina o próprio filho, deixe-me dizer-lhe Ó Lúcifer, você é o crepúsculo , Cristo é o seu filho que retornou dos mortos e brilhou a Luz sobre a raça humana e está vivo e reina para sempre»

U.E quer criar Identidade Digital

identidade digital europa



















A União Europeia quer criar uma identidade digital para cada cidadão que aceder a internet.

Por agora sempre que usamos internet, eles conseguem ver o que o nosso computador (endereço IP) faz, que sites acede, que downloads fazemos , o que compramos online etc.

Mas dá para contornarmos isso, podemos navegar anónimo, usar VPN (virtual private network) ,etc.
Podemos ter websites ou blogs e manter o nosso nome em anonimato etc.

Mas se tivermos um número de série digital, associado a nós, já a ELITE consegue rastrear tudo o que fazemos, quais sites são nossos, se pesquisamos assuntos de conspiração no Google, se vendemos coisas online etc.

Privacidade passa a ser ZERO.

Gregos voltam a cultuar deuses antigos



















O culto dos deuses antigos está regressando à Grécia.
Recentemente, tornaram-se populares as igrejas do país que patrocinam o culto das personagens mitológicas, relata o portal Greek Reporter.

Os seguidores do culto politeísta já instalaram várias áreas dedicadas a rezar aos deuses gregos.

Por sua vez, o cristianismo é considerado como uma religião que substituiu as práticas religiosas dos gregos antigos e que, em alguns aspectos, o terá feito através da violência.

Um desses grupos intitula-se Conselho Supremo dos Helenos Étnicos, fundado em 1997.
Os seguidores desse grupo visam restabelecer o politeísmo e a tradição étnica dos tempos antigos.

Além disso, há eventos especiais que celebram os tempos antigos da Grécia.
Por exemplo, o festival Prometheia é uma celebração anual dedicada ao "velho espírito" e que tem sido realizado desde há 21 anos.
Tendo lugar no sopé do monte Olimpo  "casa" dos 12 deuses da Grécia antiga é mais que um evento, fazendo os gregos "voltar às suas raízes", escreve o portal.


fonte Sputnik news
.

Tiroteio na Alemanha, pelo menos 25 feridos


tiroteio Alemanha














Na Alemanha um homem mascarado entrou no cinema em Kinopolis, Viernheim, haverá cerca 25 feridos. Consta que o atirador já foi detido...

fonte: The Guardian
.